Flavio Samelo na Eastpak

Sábado passado teve festinha lá na Eastpak da rua Augusta, em torno do trabalho do fotógrafo/skatista Flavio Samelo e do artista gráfico Tide Hellmeister. Eu fui lá conferir, adorei as colagens que eles fazem, comprei o livro (que tem fotos bem legais) e fiz este vídeo em que Flavio explica como produziu uma série de imagens à partir das lâminas de impressão que são consideradas como refugo, pela gráfica.

Flavio também participa do projeto Resfest/Lifeblog, que reune blogs pessoais feitos em vídeo com o celular Nokia N90. Quem quiser conferir, clique aqui! Tem até um comentário bem engraçado sobre a origem do meu sobrenome! hehehe

Franca Sozzani, uma pessoa lúcida

capa-vogue-it.jpg

Meu amigo Cristiano, fotógrafo, já havia me alertado que a entrevista com Franca Sozzani, publicada no site do IQONS valia a pena. Só hoje consegui ler, e achei mesmo muito interessante. Ela fala das mudanças recentes que implementou na revista L’uomo, que agora só fotografa homens reais, ao invés de modelos, porque segundo ela “os homens não funcionam da mesma maneira que as mulheres. Mulheres olham para uma imagem e sonham. Homens querem ler, entender, querem um novo estilo. Então eu eliminei os modelos. Eu não queria mais pessoas que não fossem reais. E aí a coisa se torna transversal: eu vou da nova banda nova iorquina até pessoas de 70 anos.”

Fala sobre criatividade (numa tradução aproximada, feita por mim): “Rei Kawakubo, por exemplo, continua a inovar a cada estação, depois de tantos anos. Você pode não gostar, mas ela continua a criar. Ela é tão boa, ela é meu ícone, porque a cada estação ela cria esse diálogo de pesquisa em torno de si,  mas ela também ofereceu a oportunidade a outros, como Tao, Undercover e Junya Watanabe, para que eles expressasem suas próprias visões pessoais. Ela é tão avançada em seu design que, até eu digo isso, nunca vestiria muitas das suas roupas que ela faz. Eu as compro porque acredito nela, e então alguns anos mais tarde eu me pego vestindo aquelas roupas!”

E tem muito mais, sobre street style (sim, ela também gosta de sites como Face Hunter), futuro, a revolução da internet, e o lançamento de novos talentos, incluindo um projeto com o Brasil . Está tudo AQUI.

Uma coisa que eu não entendi, em relação à revista Vogue italiana, é esta última capa, que você vê acima. Sem dúvida é uma imagem linda, mas não se parece com as capas feitas nos últimos anos, muito mais conceituais e estranhas. Será que vem mais mudança por aí? As próximas edições talvez respondam à minha pergunta. Vou aguardar.

 

A sátira dos famosos

go-fug-kilie.jpg

Sabe aquela vontade irresistível de xoxar os looks das celebridades, que nos acomete quando vemos as tais ricas e famosas em looks horrendos, pelas festas do mundo afora? Para lavar a alma, nestes momentos, é só dar uma passadinha no blog Go Fug Yourself, feito pela dupla Heather and Jessica. O texto (escrito em inglês) é engraçado, mordaz, inteligente. Segundo declaração do jornal inglês The Guardian, “o blog é uma ótima diversão, a não ser que você seja uma celebridade”.

Fique com os comentários do look de Kilie Minogue (foto acima), descrito como meio dominatrix, meio abajour:

I don’t mean to point fingers, but let’s look at the evidence: Yesterday, Kylie looked adorable. Then Sharon Stone rubbed her armpits all over everyone’s favorite plucky pixie with one of the world’s most cherished bums, and suddenly, she’s part-dominatrix, part-lampshade. Pull her string and she’ll either whip you with a bike chain or you’ll get some nice, soft reading light. Or both. Now, I suppose La Stone is innocent until proven guilty, but know this, Sharon: If Kylie takes off her thigh-belt and uncrosses her legs in a wanton act of pantylessness, my index finger of judgment will have no choice but to gesture angrily in your direction. And if that causes me to sprain anything, well, honey, it will be ON.”

Londres muito além do turismo

julian-blog3.jpg

Quer conhecer lugares super descolados de Londres sem gastar um centavo, nem uma libra? É só visitar o recém-lançado blog do jornalista Julian Lopes, intitulado It’s Fashion London. Julian morou na capital inglesa por 3 anos e agora decidiu dividir conosco seus endereços mais preciosos. Não é tudo?

Ai, que vontade de pegar um avião e ir conferir tudo de perto!

A previsibilidade e as revistas de moda

poiret1peg.jpg

Duas coisas sobre a Vogue América:

1ª) a edição de maio publicou uma matéria incrível sobre o estilista Paul Poiret. As fotos lindíssimas, com a top Natalia Vodoanova, foram feitas pelo fotógrafo Steven Meisel. O texto está aqui. E quem postou primeiro foi o blog da groselha, que eu adoro.

2ª) a edição de junho segue o alto padrão de qualidade de sempre, PORÉM, chama a atenção a falta de criatividade das pautas. A atriz Keira Knightley aparece clicada por Arthur Elegort no Quênia, ao lado de uma tribo Masai. As imagens são lindas, mas quantas vêzes já vimos este mesmo editorial publicado nesta revista? Até a tribo é sempre a mesma! Se bobear, os Masai já estão mais escolados em editorial de moda do que muita modelo por aí.  

Bafo na Blogolândia

Olívia Hanssen, que faz o blog OH!, escreveu um post descendo a lenha na última coluna do Alcino Leite Neto., publicada na Folha de São Paulo na última sexta-feira. Na matéria, Alcino fala do sucesso dos blogs de street style estrangeiros, como Face Hunter e The Sartorialist, que viraram referência de moda e fonte de pesquisa, influenciando até a indústria do setor. Ele diz também que os blogs brasileiros, deste gênero, estão semi-mortos, sem atualizações recentes. Tudo verdade. E tudo escrito com aquele estilo conciso e primoroso que eu tanto admiro.

Olívia, porém, acerta em levantar algumas questões em seu post/protesto. Aqui vai um trecho:

“…é OBVIO que os sites brasileiros de street style estão atrás dos da Europa pois os brasileiros se vestem de maneira completamente diferente do que na Europa. Vários fatores definem isso, começando pelo poder aquisitivo da população (e nem venha falar em brechós pois os brechós bons daqui são bem caros), passando por fatores climáticos. Sim, existem pessoas bem vestidas no Brasil mas são a minoria. Já morei fora e sei que lá as pessoas se vestem melhor, até eu me vestia de maneira diferente. Então, um blog só deste tipo não faria muito sentido aqui, né?”

Em seguida Olívia cita os blogs BlogView, Moda sem Frescura, Oficina de Estilo, Fora de Moda e Filme Fashion, como exemplos de veículos sérios, dedicados à cobertura de moda nacional, e não só ao street style. (Obrigada pela menção elogiosa, Olivia!) 

Tem que ter “guts” para criticar um  jornalista importante que escreve num dos jornais de maior importância do Brasil. E só por isso, a atitude de Olívia me inspira respeito e me lembra que este é o verdadeiro espírito blogger: liberdade, isenção e agilidade!

A mídia brasileira não tem dado muita atenção para o fenômeno do blog nacional, até agora. Mas eu acho que isto está começando a mudar. As agências de marketing viral já tomaram conhecimento do movimento blogueiro que rola na moda. O BlogView está credenciado para fazer a cobertura do Fashion Rio. E vamos estar novamente no São Paulo Fashion Week. Não tenho a menor dúvida de que os blogs nacionais, com bom conteúdo e visão alternativa, estão escrevendo um novo capítulo do jornalismo brasileiro.

By the way: eu dei a notícia de que o Face Hunter tinha se mudado de Paris para Londres, em busca de inspiração, no dia 6 de maio, no post intitulado “Em busca do estilo”. E não digo isso para me gabar, para parecer mais inteligente ou mais esperta. As informações estão aí, ao alcance de todos. A agilidade do blog é um dos seus trunfos.  Em anexo, o texto integral da matéria do Alcino publicada na Folha.

Continue lendo “Bafo na Blogolândia”

bela adormecida

A estilista Karlla Girotto participou da abertura da galeria Florence Antonio com uma performance que aconteceu hoje à tarde. Eu fui lá e registrei o momento neste vídeo, feito com meu celular. Dá uma espiada!

O orkut da moda

iqons.jpg

Você já conhece o IQONS? É um site de relacionamento voltado para o mercado da moda, uma espécie de orkut fashion. Fotógrafos, estilistas, maquiadores, stylists, designers gráficos e toda a entourage deste mundinho têm lá a oportunidade de mostrar seu perfil e um pouco do seu portfólio. Bacana, né!

Além disso o site, que é super interativo, promove concursos de novos talentos, como o “Wear it Well/Got a minute?” em que os participantes podem enviar um vídeo com um minuto de duração sobre moda, beleza ou estilo. Os trabalhos mais votados pelo “iqonianos” vão ser exibidos no festival itinerante do mesmo nome. Outra competição, que acaba de acontecer, é a liderada por Franca Sozzani (acima), editora-chefe da revista VOGUE ITALIA, que selecionou, entre os inscritos, alguns talentos promissores. Os nomes dos sortudos já foram divulgadas, estão na página de abertura do site.

Esta semana, o IQONS apresenta mais uma novidade: um canal de vídeos chamado IQONS TV. Entre as atrações, gostei de um filme sobre a International Contemporary Art Fair, realizada na Cidade do México. Para assistir clique aqui.

O melhor do sábado

NOVO OLHAR
pelu-priscila-darolt-cut.jpg

Que tal espantar a preguiça e fazer uns programinhas legais neste sábado? Boas opções não faltam!

Você já conhece a Pelu? É uma loja charmosa escondidinha numa vila da alameda Lorena, cheia de roupas bacanas escolhidas a dedo por Helena Linhares. Pois é lá que acontece, neste sábado, das 16 às 22 horas, o lançamento da coleção de Priscila Darolt, jovem e talentosa estilista que estreou (com sucesso) na útima edição do São Paulo Fashion Week.

E se você estiver precisando de um corte de cabelo ou de uma maquiagem especial, para se sentir linda, não deixe de marcar uma hora no salão de beleza SELF, que fica no andar de cima da loja. Théo Carias (top maquiador) e Paulo César Schettini (cabeleireiro) mandam muito bem.

Pelu e Self: alameda Lorena, 1257, tel. 11 3891-1229, baixo Jardins.

A ARTE DAS RUAS

flavio-samello_tide2.jpg

Para quem curte arte e streetwear, a parada obrigatória é a Eastpak. A loja das mochilas mais hype do mundo, promove o evento “Eastpak Art Sat”, em que artistas são convidados a passar uma temporada na loja, desenvolvendo algum projeto artístico. No momento, o artista residente é o fotógrafo e skatista Flavio Samelo. Conhecido pelas fotos do universo do skate, Samelo se uniu ao artista visual Tide Hellmeister, cujo trabalho utiliza elementos como colagem e tipografia. O resultado? Obras incríveis que você pode adquirir por cerca R$ 300.

Eastpak: rua Augusta, 2685, tel. 11 3081 1979, Jardins. Horário: das 10 às 20 horas.

 CORTE DE GASTOS

 dorothy.jpg

Um bazar é sempre um convite tentador, não é mesmo? E este, promovido por Dorothy Campolongo, é dos bons porque tem peças femininas e básicas de várias coleções, com descontos de 80%! Corre lá, porque o que é bom dura pouco!

Bazar: rua Faisão, 75 (entre rua Girassol e rua Harmonia), tel. 11 3817 5053, VilaMadalena.

Ouça esta roupa

No último SPFW, fiz um post relacionando a coleção da Vide Bula e o som do Klaxons, porque ambos têm elementos da estética new rave. Várias pessoas comentaram, na ocasião, que achavam esta conexão interessante. E é mesmo. Tanto a moda, quanto a música, são capazes de refletir e definir o mood de uma época.

Desde os meus 13 anos, quando descobri que existia um tipo de música que os meus amigos mais velhos chamavam de “música não comercial”, comecei a apurar os ouvidos e a ficar atenta a tudo o que rolava na cena musical alternativa.

Nos anos 80, a importação de discos de vinil era nula, no Brasil. A melhor loja de música pop, que trazia (de contrabando, é claro) tudo o que era lançado em Londres e nos EUA, era a Bossa Nova Discos, no centro. Chegavam 2 ou 3 exemplares de cada disco, então era preciso amanhecer na loja para comprar, digamos, o disco de estréia dos Smiths.

Mas todo este assunto começou porque hoje eu recebi uma notícia bem legal que também envolve moda e música. A loja  UMA Raquel Davidowicz, na Vila Madalena, está vendendo uma seleção de cds incríveis, selecionados pelo DJ Hisato.

Tem desde “The Man Who Sold the World”, terceiro disco de David Bowie, lançado em 1970,  até “Back to Black” da nova diva jazzística Amy Whinehouse. Tem “Twelve”, lançamento recente em que Patti Smith faz covers de Stones, Nirvana e Doors. E tem ainda”The Reminder” da banda canadense Feist, para quem prefere um som mais leve, mais alegrinho. A lista continua, mas você vai ter que ir lá para descobrir: rua Girassol, 273, tel. 11 3813 5559.

Enquanto isso, confira a versão de Patti Smith para o clássico do Nirvana, “Smells like Teen Spirit”