Nova musa


Daiane Conterato é a new face brasileira do momento, no exterior. Nesta temporada, a modelo marca presença em 16 desfiles internacionais (Prada, Marc Jacobs, Marc, Anna Sui, etc….), além de aparecer em páginas e mais páginas de editoriais de moda na Vogue Italia, Vogue Paris, V, Pop e ID.

A foto ao lado foi publicada na revista Numéro e a autoria é de Sofia Sanchez e Mauro Mongielo.

Aguarde…vou postar um ensaio inédito e exclusivo com Daiane Conterato, aqui no MODA SEM FRESCURA. Logo, logo!

Mudança

Depois de 27 anos à frente da Patachou, Terezinha Santos deixa a sociedade para se dedicar somente à marca Tereza Santos.
A Tereza Santos é um projeto que começou há cinco anos, e nasceu para ser a marca internacional da empresa Patachou. Com o tempo, ela foi tomando uma dimensão tal, que não poderia ser tratada como uma subdivisão ou um subproduto do meu trabalho”, explica Terezinha. “O sucesso da grife no exterior deixa claro que esta é uma marca que tem valores e atributos únicos que podem ser melhor explorados junto ao mercado brasileiro, que afinal é o que mais me motiva”, continua. Como talento, experiência e expertise são qualidades que não faltam para Terezinha, este deve ser mais um empreendimento bem sucedido.

Balenciaga para todos! E de graça!

Acontece no dia 5 de outubro, no Senac (rua Faustolo, 1347 LAPA), a palestra gratuita de José Gayegos sobre a influência de Balenciaga na moda (e haja influência, né! O que tem de marca por aí, tentando copiar o incopiável…). É só se inscrever pelo tel: 0800 883 2000 ou pelo site www.sp.senac.br

Vai um nariz de palhaço aí?

Que tal usar um adereço especial no dia 1º de outubro, quando for votar? Vou dar uma dica: é redondinho, vermelho e feito de plástico. Esta é a proposta da campanha apartidária “RIR PARA NÃO CHORAR”, idealizada pelo empresário Sergio Morisson. Um monte de gente famosa e bacana já aderiu: Costanza Pascolato, Lilian Pacce, Daniel Ueda, Lobão, Marisa Orth, Alex Atala, Rapin Hood, etc.



Se você também está cansado das palhaçadas dos políticos e quer participar deste protesto bem-humorado, entre no site e cadastre-se como voluntário. http://www.rirparanaochorar.com.br

Viagem Sideral


Foi incrível o show do produtor e músico Apollo Nove, sábado à noite, no Auditório do Ibirapuera, para celebrar o lançamento do disco “Res Inexplicata Volans” (à esq., foto da capa).
Thalma de Freitas (vocais), Zé Gozales (DJ), Iggor Cavalera (bateria), João Parayba (bateria e percussão) e Marinho (baixo), juntaram-se a Apollo para apresentar versões mais encorpadas (e maravilhosas) das músicas sofisticadas e sutis do disco.

Aliás, caso você esteja se perguntando: que raios quer dizer “Res Inexplicata Volans”, o encarte do CD diz que o termo aparece no Lexicon Recentis Latinitas, uma publicação do Vaticano (!) com o intuito de adaptar a linguagem da igreja aos tempos modernos. E quer dizer “objeto voador não identificado”.

Hummm…Perdeu o show e quer ouvir um pouquinho deste som? Tá bom, clique aqui!
http://apollonove.calabashmusic.com/

O Diabo e a Moda

O filme “O Diabo veste Prada” acaba de entrar em cartaz. E a melhor resenha sobre ele foi escrita pelo jornalista Alcino Leite Neto, na Folha de São Paulo de hoje. Leia o artigo todo, se puder.

A questão central da crítica de Alcino é o fato de que praticamente todo o cinismo e a ironia contidos no livro foram eliminados. A diabólica Miranda, que no texto aparece como uma mulher tirânica e sem escrupulos, na tela é transformada num “modelo de perseverança e resistência. E a moda, para o filme resulta menos num alvo de ataques e mais num ambiente propício para ensinar às garotas lições de maquiavelismo.”

Mais adiante, Alcino diz que “seria preciso um realizador mais perverso para extrair do livro a carga de rebeldia que ele, bem ou mal, contém”.
Alguém como Robert Altman, digo eu. E sugiro para aqueles que quiserem conhecer o lado realmente podre do “imundinho fashion”, que assistam em DVD, ao filme “Prêt-à-Porter” realizado em 1994. O elenco, de primeiríssima, inclui Sophia Loren, Marcelo Mastroianni, Julia Roberts, Tim Robbins, Stephen Rhea, Linda Evangelista, Björk, Kim Basinger, Cher e mais uma infinidade de celebridades.

Voltando a “O Diabo veste Prada”, o filme vale pela atuação de Meryl Streep, como bem definiu Alcino: “Com suas sutilezas de uma lady, as severidades de uma puritana e os espasmos de uma sádica, Strep reúne as contradições do feminino que o filme precisa -e outras mais, que ela acrescenta, diabolicamente talentosa.” Divirta-se, então!

Acima, a cena em que a personagem Andrea Sachs (Anne Hathaway) dá a volta por cima, vestida de Chanel, bien sure!

E a nova remessa do livro, que chegou há pouco nas livrarias, foi agraciada com uma extensa revisão técnica dos termos de moda, realizada por esta que vos fala. À partir de agora, “catsuit” não é mais “roupa de gato” e sim, um macacão colante (infelizmente não temos uma palavra específica, em português, para descrever esta peça; como “leotard”, em francês). Foram páginas e mais páginas de correções, deu um trabalho louco, mas pelo menos agora a tradução faz algum sentido.


Na onda do filme, a joalheria Amsterdam Sauer resolveu lançar um pingente de ouro, no formato do sapatinho que aparece no poster do filme, com salto em forma de tridente. Um mimo que toda fashionista vai gostar de ter.

Cantiga de rock


SENSACIONAL! Pais roqueiros que quiserem influenciar o gosto musical dos pequenos podem comprar (pela internet) os CDs da Rockabye Baby!, com versões “cantiga de ninar” de bandas como Coldplay, Radiohead e Nirvana, entre outros. Quem deu a notícia foi o site do Lucio Ribeiro. Quer ler? Vai lá: http://lucioribeiro.blig.ig.com.br/

Quem sabe seu filhinho tem jeito prá coisa? Clique no link abaixo para ver do que este garotinho de 4 anos, chamado Igor Falecki, é capaz de fazer com uma bateria! Será que ele é parente do Iggor Cavalera?!

É IMPERDÍVEL!
http://www.youtube.com/watch?v=fE_PFpWPQ5Y

IRONIA POP

Depois de 2 anos sem expor na cidade, Nelson Leirner apresenta na Galeria Brito Cimino (de 27 de setembro a 01 de novembro), a exposição “A Lot(e)”. Souvenirs, soldadinhos de chumbo, estatuetas de Iemanjá, bonecos do imaginário popular brasileiro e do universo pop, são alguns dos elementos usados por Leiner para provocar e invocar questões como a apropriação cultural, a globalização da mídia, o mercado de arte e até a guerra. Imperdível!

Galeria Brito Cimino: rua Gomes de Carvalho, 842, tel. (11) 3842-0635, SP.
www.britocimino.com.br

Acima, imagem do convite da exposição

Revistaria


Oba! Mais uma revista direcionada às artes visuais! Tá ficando animado este assunto! É a BOCA, editada em Pernambuco por Bruna Pedrosa, Lucídio Leão, Rodrigo Sushi e Sebba Cavalcante. Prometo descobrir os pontos de venda em São Paulo, para divulgar aqui. Enquanto isso, delicie-se com a ilustração “Don’t ever touch the hair” de Lin Diniz e Luana Pontes. E visite o site da galera no link: http://www.nordesteweb.com/links5/nelink_0900.htm

Há quanto tempo você não se confessa?

Legal a matéria que saiu na Folha de São Paulo no sábado (17 de setembro) falando do blog Post Secret, criado pelo sociólogo Frank Warren. Quer se participar? É só enviar sua confissão pelo correio, no formato 10 X 15 cm, e torcer para ser escolhida. Veja alguns postais do site.